História do Vidro

Gostou? compartilhe!

História do Vidro

O vidro é feito de uma mistura de matérias-primas naturais. Conta-se que ele foi descoberto por acaso, quando navegadores fizeram fogueiras na praia. A areia e o calcáreo (conchas) se combinaram através da ação da alta temperatura.

Hoje o vidro está muito presente em nossa civilização e pode ser moldado de qualquer maneira: nos pára-brisas e janelas dos automóveis, lâmpadas, garrafas, compotas, garrafões, frascos, recipientes, copos, janelas, lentes, tela de televisores e monitores, fibra ótica e etc....

A descoberta

Tem-se como a data provável da descoberta do vidro, algo em torno de 4000 a.C.. Os mais antigos objetos fabricados em vidro que se conhecem foram encontrados em túmulos egípcios, com 4000 anos de idade.

Em estado natural, o vidro existe na natureza desde os tempos pré-históricos, muitos milênios antes de ser elaborado pelo primeiro artesão.

Essas rochas vítreas se formaram a partir de magmas, rochas vulcâncias que tiveram um resfriamento tal que não chegaram a cristalizar. A rocha vítrea mais empregada pelo homem pré-histórico foi a obsidiana, rocha encontrada em antigas regiões vulcânicas dos atuais México, Canárias, Hungria, Islândias, etc.

Esse tipo de vidro era empregado desde o período neolítico, aproximadamente 8000 a.C., para a fabricação de diferentes utensílios domésticos e, principalmente, armas rudimentares de defesa, além de serem utilizados como amuleto e elemento decorativo.

Alguns autores supõem que o vidro foi descoberto pelos primeiros fundidores de metais ou até pela vitrificação acidental de uma peça de barro cozido.

Como toda boa história pressupõe uma lenda, com o vidro não poderia ser diferente. O historiador Caio Plínio II (27-79 d.C), em sua obra "Historia Natural", atribuiu o descobrimento do vidro a mercadores fenícios que desembarcaram nas costasda Síria e, necessitando de fogo, improvisaram fogões, usando blocos de salitre (trona) sobre a areia.

Passado algum tempo, notram que do fogo escorria uma substância líquida e brilhante, que se solidificava imediatamente: o vidro. Os inteligentes Fenícios teriam, então, dedicado-se à reprodução daquele fenômeno, chegando à obtenção de materiais utilizáveis.

O que é o vidro?

O vidro é um material tão comum em nossas vida que, muitas vezes, nem percebemos o quanto ele está presente. Porém, basta olharmos à nossa volta com um pouco de atenção e vamos encontrá-lo nas janelas, nas lâmpadas, na mesa de refeições, na forma de garrafas, copos, pratos, travessas. Além disso, muitos estarão vendo tudo isso através de óculos com lentes de vidro.

Mas, o que é o vidro?

E o que faz este material ter tantas aplicações e continuar sendo usado por milhares de anos? Segundo definição aceita internacionalmente, "o vidro é um produto inorgânico, de fusão, que foi resfriado até atingir a rigidez, sem formas cristais". O elemento básico do vidro é a sílica, fornecida pela areia, óxidos fundentes, estabilizantes, e substâncias corantes.

 

 



Gostou? compartilhe!